Browse By

Dexametasona – O que é, como usar, efeitos colaterais

A dexametasona é um popular anti-inflamatório, imunossupressor – medicamentos que atuam como bloqueadores de resposta do sistema de defesa do organismo – e antialérgico. Neste artigos vamos falar como usar, pra que serve e quais seus efeitos colaterais.

dexametasona-o-que-e-como-usar-efeitos-colaterais

Tudo sobre a dexametasona

O efeito principal da dexametadina é a profunda alteração promovida na resposta imune linfocitária, devido à ação antiinflamatória e imunossupressora, podendo prevenir ou suprimir processos inflamatórios de várias naturezas, ou seja, é considerado também, um medicamento de ação anti inflamatória.

A dexametasona é usada para tratar doenças como a artrite, distúrbios do sistema imunológico, reações alérgicas e doenças oculares, problemas respiratórios, certos distúrbios intestinais, e certos tipos de câncer. É também usada como um teste para um distúrbio da glândula suprarrenal (síndrome de Cushing). O medicamento também se mostra eficiente no tratamento de sinusite, rinite, doenças reumatológicas como artrite e bursite.dexametasona-o-que-e-como-usar-efeitos-colaterais

No caso de tratamento das reações alérgicas, ela é encontrada em várias versões, como pomadas, cremes e colírios, além de comprimidos e injetável, a depender da necessidade do paciente.

Alguns pontos importantes que devem ser considerados para ingerir a dexametasona. Um deles é de jamais ingerir com o estômago vazio. Tome com alimentos para evitar dor de estômago. Quando for tomar a dexametasona, evite tomar junto com alimentos que contenham cálcio (iogurte, leite). Dar intervalo de 2 horas entre o remédio e esses alimentos.dexametasona-o-que-e-como-usar-efeitos-colaterais

Também é importante diminuir a quantidade de café ou bebidas com cafeína como coca-cola, chá mate e preto. A dexametasona é um remédio que tem a duração longa. A administração matinal diminui os efeitos ruins provocados pelo corticoide (dexametasona), como por exemplo, a supressão da glândula adrenal e a falta de sono à noite (insônia).

Com o uso do dexametasona podem surgir problemas com o aumento de peso e apetite, acne, astenia e miopatia, cataratas e glaucoma, cefaleia, eritema, hipertensão arterial, hirsutismo, úlcera péptica, petéquias e supressão do crescimento em crianças.

O dexametasona não é indicado para todas as pessoas. O consumo do dexametasona é contraindicado para pacientes com quadros de hipersensibilidade a sulfitos, medicamentos ou vacinas com a presença de vírus vivos e pessoas com infecções fúngicas sistêmicas. Ademais, o consumo de dexametasona é contraindicado para mulheres grávidas ou durante o período de lactação porque o medicamento pode provocar danos ao feto ou bebê.dexametasona-o-que-e-como-usar-efeitos-colaterais

Para o caso de alguns pacientes é necessário atenção médica especial visto que o medicamento pode provocar riscos ao paciente se ele apresenta quadros de diabetes, infecções (bacterianas, fúngicas ou virais), tuberculose ativa, insuficiência cardíaca congestiva, disfunção renal ou hepática grave e AIDS.

Indicamos que este medicamento, a dexametasona, só seja ingerido com prescrição e acompanhamento médico, para que não haja efeitos colaterais sérios e graves, e danos para sua saúde. Jamais se automedique e busque sempre informações médicas sobre uso de determinados medicamentos, assim como sua posologia para que a ingestão ou uso seja realizado da forma correta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *